O documentário "Doze meses de resistência: A terra como horizonte de vida" será lançado oficialmente neste sábado, dia 08/07, às 18h, no Acampamento Maria Rosa Do Contestado (MST), em Castro.

Mídias populares

Apresentação

Os moradores dos arredores da Feira São José são os principais consumidores dos produtos comercializados no local. Mas, pela tradição do espaço e o convívio com alguns comerciantes que estão há mais de 30 anos trabalhando na feirinha, há quem venha de outros bairros para continuar a consumir e manter os laços de amizade.    

Na década de 1980, a dona de casa Francisca Teixeira teve uma barraquinha na Feira São José. Ela comercializava verduras e frutas. No entanto, suas crianças ainda eram pequenas e, na impossibilidade de vigiá-las e atender aos clientes ao mesmo tempo, acabou preferindo desistir do pequeno negócio.

De comerciante voltou ao papel de consumidora. “Aqui é um lugar muito bom, a gente faz amizades, e é perto de casa”, ressalta dona Francisca.

Com a possibilidade de término do espaço prevista para o último dia de dezembro desse ano, a insegurança e a insatisfação dos consumidores e comerciantes são visíveis. Especialmente para os que almoçam no local.

São muitas as empresas, lojas e oficinas na região. Muitos já adotaram os restaurantes que servem refeição caseira e lotam as mesas e cadeiras cotidianamente. É o caso de Adriano Malantchn, que trabalha perto e aderiu à alimentação da feirinha. “A comida é muito boa, venho todos os dias”, afirma.

Elcio Luis Pereira Junior também fez da Feira São José seu ponto de encontro no almoço. Juntamente com seus colegas da oficina se alimenta periodicamente num dos restaurantes. “A refeição é bastante saborosa e o ambiente é agradável”, conta.

As expectativas acerca da retirada dos vendedores da feirinha faz com que muitos consumidores fiquem preocupados com o futuro de seus leais e conhecidos comerciantes. “Era bom que eles não saíssem”, desabafa a dona de casa Francisca.

Clique para ouvir o depoimento de Francisca Teixeira, freqüentadora da feirinha

{audio}http://www.portalcomunitario.jor.br/images/audio/2010/Feirinha_Francisca.mp3{/audio}


Para Secretário, retirada da feirinha é questão de justiça social
Feirantes ainda não sabem para onde ir

EDITORIAL: Local de valor histórico e cultural
“Feirinha do São José” deve parar de funcionar