Está em fase de implantação em Ponta Grossa a “Rede Solidária de Produtores e Consumidores Agroecológicos Emiliano Zapata”. O projeto visa à comercialização direta de produtos agroecológicos cultivados na Comunidade de Resistência Emiliano Zapata, localizada na Rodovia do Talco a 15 quilômetros do centro de Ponta Grossa. O empreendimento é uma parceria entre o Pré-Assentamento e o Departamento de Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa.

“O objetivo da Rede Solidária é impulsionar e colaborar a produção e comercialização de produtos agroecológicos. Nosso compromisso é servir como instrumento da economia solidária, além de promover o debate sobre a agricultura camponesa e alimentação saudável”, afirma Célio Rodrigues, membro fundador da Rede Solidária. O projeto está beneficiando seis trabalhadores do Emiliano Zapata. Semanalmente são entregues em torno de 50 quilos de alimentos.


A dinâmica do projeto funciona através da associação de consumidores permanentes à Rede Solidária, que contribuem mensalmente com a quantia de R$ 50 e recebem por semana uma cesta de produtos (hortaliças, queijos e vegetais) no valor de R$ 12,50.

A entrega dos produtos é feita em dois pontos de distribuição na cidade: no Sindicato dos Docentes da UEPG (Sinduepg), em Uvaranas, e no Campus Central da UEPG, às terças-feiras, das 13h30 às 15h.  “Em duas semanas a Rede alcançou 25 associados. Nós planejamos que em um mês esse número tenha dobrado”, diz Célio Rodrigues.

Arquivo comunitário

01/04/2012 - Alunos visitam Emiliano Zapata para aprender sobre agroecologia