A Unidade de Saúde Dr. Lubomir Antonio Urban do núcleo 31 de Março agora conta com setor administrativo. Segundo Vera Lucia Cunha, enfermeira do posto, essa aquisição foi um ponto extremamente positivo. “Antes, todos nós tínhamos que ficar no balcão de atendimento, até mesmo as agentes comunitárias”, afirma.

 

Para Vera, já é possível notar algumas mudanças. “Há prioridade para as pontas do setor da saúde, que são as Unidades Básicas de Saúde e as Estratégias de Saúde da Família”.

De acordo com as agentes comunitárias, as doenças que mais afetam a população do bairro são a hipertensão, a diabetes, a eplepsia e as doenças respiratórias, devido ao frio e às queimadas na região.

“As agentes comunitárias são o elo entre a população e a saúde, elas são a própria população”, conta Vera.

Apesar da melhora na parte administrativa, a unidade ainda possui algumas dificuldades, como falta de médicos especialistas. Com apenas dois médicos, sendo que um só atende meio período, esses profissionais acabam com a carga horária sobrecarregada. Ainda não há previsão para contratação de novos médicos.

A maioria dos remédio são encontrados na unidade, exceto os que tratam doenças específicas, como o câncer. Entretanto, segundo Vera, há outras formas de se conseguir esse tipo de medicamento através do governo.

“Perto de outros postos, este é bom. Acredito que seja por causa do bairro, que possui uma boa localização e é bom para se morar”, diz a moradora Joceli Gonçalves.

Os pacientes demoram em torno de meia-hora para serem atendidos. Além de serviços básicos de saúde, a unidade também oferece dentista e vacinas.

Arquivo Comunitário: 29/05/2013 - CAS do Rio Verde oferece grupos de auxílio a hipertensos e gestantes