O projeto 'Escola da Bola', efetivado no começo de 2013 oferece às crianças, no período do contra turno escolar, aulas de vôlei, basquete, handebol e futsal. A iniciativa atende oito núcleos, entre eles estão o Santa Paula, 31 de Março, Parque do Café e Santa Maria. Vinte vagas estão disponíveis para os alunos da rede pública. Os jogos acontecem de segunda a quinta-feira das 13h 30 às 17h 30 e as inscrições são gratuitas.


Para o professor de educação física Vinicius Zem, o projeto, além de incentivar o esporte, trabalha a questão social. “Buscamos tirar as criança das ruas e incentivar a prática do esporte. Assim o jovem não estará mais exposto a drogas e violência”, explica.

Caso aluno some três faltas sem justificativa ou se envolva em briga estará fora do projeto. Zem reclama que se houver um expansão da iniciativa, a quadra, onde são realizadas as atividades, não tem suporte para jogos oficiais e os materiais serão insuficientes. Outro fator é que para os alunos do período da tarde não tem horário disponível.

Vinicius Anjo tem 13 anos e está no grupo desde o começo. Anjo explica que no colégio onde estudava não tinha atividades suficiente. “No projeto tenho mais espaço para praticar todos os esportes. No meu colégio antigo tínhamos apenas vinte minutos de educação física”, diz.