Imprimir

Com 30 anos de existência, a localidade não tem estruturas básicas de lazer, saúde e comércio. Moradores revindicam ações de revitalização da única praça existente na comunidade.

 Do terminal de ônibus, Romilda Beischof aguarda o destino para sua casa no Jardim Conceição. A condução passa a cada 30 minutos. Enquanto espera, Romilda reclama do lugar onde mora há 25 anos: "Além das casas, não há absolutamente nada lá", diz.

Localizado entre os bairros Neves e Uvaranas, o Jd. Conceição foi inaugurado nos anos 1980, com o projeto ser um conjunto habitacional formado por apartamentos. Atualmente, a comunidade ainda não tem estruturas básicas, como espaços de lazer, comércio ou posto de saúde.

Desde a fundação do Jardim, os moradores reivindicam para a associação de moradores e a prefeitura mais estrutura para o bairro. "Se eu precisar de farmácia, padaria, ou um lugar para lazer, tenho que ir para outro bairro ou o centro, mas o horário de ônibus não ajuda muito", reclama uma moradora que não quis se identificar.

A única praça para passeio, com campo de futebol e alguns bancos, fica intransitável pela grama alta que cresce no local. Os moradores mais antigos pediram para que a associação de moradores buscasse uma resposta por parte da Prefeitura. "Queremos que eles instalem na praça uma academia e feiras verdes", defende Romilda Beischof.

A associação de moradores do Jardim Conceição não tem representante desde meados de 2013. O cuidador do local, Mauro Schanberg, diz que a ex presidente abandonou o posto e uma chapa única será montada até o final de 2014. "Não temos ações sociais ou lazer promovidas pela associação mas, assim que a chapa for montada, reivindicaremos estrutura para o bairro", diz.

Segundo a Secretaria Municipal de Obras e Planejamento da Prefeitura e Ponta Grossa, a manutenção das praças é feita constantemente, mas os moradores não preservam o local. Apenas uma equipe é designada para a revitalização de todas as praças de todos os bairros da cidade.

Categoria: Neves
Acessos: 1186