O Projeto de Lei, de autoria do vereador Antônio Aguinel (PCdoB), que propunha alteração na Lei Municipal de Meio Ambiente (11.233/2012) foi rejeitado pela Câmara Municipal de Ponta Grossa, no dia 25 de agosto. Na votação do Plenário, foram  17 votos contra e quatro votos favoráveis.

A Câmara Municipal vetou o pedido de urgência do projeto de lei que impede a destinação de lixo urbano para áreas de manancias. De autoria do vereador Antônio Aguinel (PCdoB), a proposta foi rejeitada por 19 votos contra e um favorável, na sessão de votação em 25 de agosto.

O presidente da Câmara Municipal de Ponta Grossa, Aliel Machado (PCdoB), se sentiu ofendido com a justificativa do prefeito Marcelo Rangel (MD) ao veto da lei n° 11.315, que institui o Plano de Utilização do Espaços Esportivos das Escolas Públicas Municipais no período noturno, feriados e fins de semana.
Veto promove o debate
"Devem ser feitos projetos esportivos", diz diretora

De cerca de 166 moções de apelo enviadas pelos vereadores nas 11 sessões realizadas na Câmara Municipal, de 18 de fevereiro a 30 de abril deste ano, 88 foram aprovadas pelo Plenário e encaminhadas para o Executivo Municipal.

Apesar de criada uma lei, em 2011, proibindo o estacionamento de carros-fortes nas vias públicas, o trânsito da cidade continua o mesmo caos. As empresas que fazem o transporte de valores alegam existir um lei federal que permite a parada de carros-forte nas vias públicas.

Notícias anteriores