Durante quase dois meses, o ícone visitará as igrejas da diocese local. A paróquia São Sebastião prepara uma programação especial para receber a santa pela terceira vez. A peregrinação começa pelas cidades do interior dos Campos Gerais.

A imagem de Nossa Senhora Aparecida está na diocese de Ponta Grossa. O ícone permanecerá 53 dias visitando as igrejas católicas, passando em 43 paróquias diferentes. A romaria chega a Ponta Grossa no dia 24 de maio na igreja de Nossa Senhora de Medianeira.

A Coordenadora Diocesana da Pastoral do Turismo Religioso, Lidia Hoffmann Chaves, explica que durante a Festa do Divino junto com D. Sergio, a imagem e bandeiras do Divino seguem em procissão para Catedral.

No total, serão 29 dias na cidade, começando pelo setor 1 da diocese. Para Sandra Aparecida, o momento é de agradecer as graças recebidas e pedir por aqueles que necessitam de ajuda. “A gente vem rezar no pé da santa para ela atender nossos pedidos”, completa.

Nos dias 13, 14 e 15 de junho, a imagem estará na paróquia São Sebastião. Às 19 horas do primeiro dia, uma carreata, seguida de uma missa, marcará a chegada da santa.

No dia 14, um terço meditado, com as mulheres, abre a programação começa às 8 horas. Às 09 horas, haverá o momento com a catequese, e às 10 horas acontece a Missa no Santuário Liga Católica.

Durante a tarde, terá missa e benção do Santíssimo, consagração à Nossa Senhora e benção dos doentes e idosos (15hs.) Às 19 horas, terá a procissão, com uma missa no Santuário Diocesano.

No último dia, às 8 horas, haverá o terço meditado com os homens e outra missa às 10 horas. À tarde, a benção será para as famílias, e o encerramento, com missa, está marcado para as 19 horas.

Depois da paróquia São Sebastião, a imagem irá retornar para o Santuário Estadual de Nossa Senhora do Rocio, em Paranaguá.
A devota Lucélia Almeida diz que a peregrinação da imagem da santa ajuda a reforçar a fé daqueles que já estão na igreja e deixa o convite para aqueles que estão afastados para voltar.

Confira a programação completa da peregrinação por Ponta Grossa